Como montar um processo seletivo: algumas dicas importantes.

Como montar um processo seletivo: algumas dicas importantes.

Toda vez que precisamos preencher uma vaga, é um desafio: será que iremos encontrar a pessoa certo para o cargo que temos disponível?
Principalmente porque quando um processo é mal estruturado, mal elaborado, pode ser muito desgastante, pois exige muita responsabilidade que quem está escolhendo um candidato além de gerar expectativas nos candidatos que estão à procura de uma boa oportunidade de carreira, sobretudo porque um candidato que não é aprovado dentro do processo, pode sentir-se frustrado em relação à sua expectativa como profissional!
Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para que você consiga montar um bom processo seletivo:

• Tenha certeza de que a sua vaga é atraente aos olhos de quem se candidatar a ela:

Para conseguir os melhores profissionais, eles precisam saber que você os está procurando! Por isso, não economize quando o assunto é recrutar pessoas.
Quanto mais restritas forem as exigências menores serão as possibilidades de ter muitos candidatos. Lembre-se que nem todo mundo que confirma comparece.
Anuncie em meios de grande circulação como sites de empregos, redes sociais (todas elas) para que o maior número de pessoas interessadas possa se candidatar.
Com isso você terá maiores chances de captar o maior número de pessoas e conseguir filtrar os que mais se encaixam dentro do perfil que você deseja.

• Faça uma boa triagem dos currículos: saiba como interpretar um currículo:

Nem todo mundo coloca fatos reais então, esteja preparado para checar se tal candidato realmente possui a experiência que diz ter. tenha em mente quais os requisitos fundamentas para a sua vaga, escolha pessoas com formação, idade e experiências diversificadas e lembre-se que nem sempre o currículo consegue definir fielmente o perfil de alguém.

• Entenda e defina bem as fases de um processo seletivo: evite fazer processos seletivos com grupos muito grandes principalmente se você não possui experiência como headhunter:

Dinâmicas de grupo não permitem que você identifique os perfis e competências das pessoas individualmente. Neste caso, dividir em pequenos grupos pode ser uma boa saída ou até em dias separados.
Tenha em mente as avaliações que serão necessárias e vá separando os com melhores performances e resultados e separe-os para a próxima fase.
Tenha uma avaliação para identificar perfil de comportamento e personalidade, isso facilita na hora de adaptar o perfil à função.

• Tenha em mão um guia de entrevistas direcionado para o que você espera que o seu candidato responda:

Toda pessoa que está sendo analisada e passando por uma avaliação (sim, o processo seletivo é uma forma de avaliar as pessoas) sente que a cada aprovação é uma conquista individual.
O nervosismo está presente e com isso o rendimento pode cair. Por isso, evite atrasar o processo e deixar as pessoas esperando, prepare-se para as entrevistas com antecedência, estude o candidato, leia o seu currículo antes, faça anotações do que ficar na dúvida para esclarecê-las depois.
Uma coisa muito importante: anote tudo o que puder de um candidato. Pode ser em uma planilha separada ou mesmo no próprio currículo; desde de como está vestido até aparência e impressões que o candidato deixou. Isso vai te ajudar a lembrar da pessoa para as próximas fases, principalmente na hora de um desempate entre candidatos.

• Mantenha a sua rede de relacionamentos atualizada: ter um bom número de currículos ajuda na hora que precisar de alguém:

Nunca se sabe quando teremos um problema e que precisaremos substituir um candidato. Ou então, tendo que substituí-lo, quem temos para colocar no lugar?
Por isso, vale muito a pena buscar candidatos mesmo que não tenha a vaga disponível. Mas isso não significa que você deve disparar uma vaga que não exista para captar candidatos porque isso pode gerar descrença com o tempo.
Essa empresa cadastra as vagas apenas para captar currículos e na hora que de verdade a vaga for aberta, ninguém acreditará.

• Saiba exatamente o que você quer de uma pessoa: uma boa descrição de cargo é fundamental para captar pessoas que verdadeiramente estão dispostas a trabalhar na sua academia:

Tenha uma boa descrição da função, saiba exatamente o quanto está disposto a pagar entre salário, benefícios e comissões.
Descreva a rotina diária com clareza para um candidato. Fale das rotinas da empresa, das pessoas, do líder imediato, o que pode e o que não pode fazer e principalmente o que você espera dele.

Com essas dicas, espero que você consiga ter uma boa organização e orientação sobre como deve ser uma estrutura de processo seletivo e que isso resulte numa parceria duradoura e proveitosa para você, sua equipe, sua em presa e seu futuro colaborador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *